quarta-feira, 21 de julho de 2010

Vamos faturar?


Burro em paraquedas cai em praia na Rússia



A polícia russa está investigando acusações de crueldade contra um burro que foi pendurado em um paraquedas para uma campanha publicitária na vila de Golubitskaya. Segundo a agência AFP, a campanha foi organizada por empresários para atrair turistas a uma praia privada.

Testemunhas que estavam próximos da praia, no Mar de Azov, na região de Krasnodar, disseram que o animal gritava de medo. Ele caiu na água e foi puxado para a margem, segundo a polícia.

"O burro gritava e as crianças choravam", disse Larisa Tuchkova, porta-voz da polícia local à AFP. "Ninguém teve cabeça para chamar a polícia", completou. No entanto, pessoas que passavam pelo local tiraram fotos e ligaram para jornais.

O burro "aterrissou" de maneira violenta, segundo o jornal Taman. "Ele foi arrastado por vários metros, antes de ser retirado para a praia em péssimas condições", de acordo com a publicação.

A polícia investiga o caso e os empresários responsáveis por pendurar o burro no paraquedas podem responder à acusação de crueldade contra os animais, segundo a agência russa. RIA-Novosti. (Com informações do Terra)

Fonte: www.espacovital.com.br


_______________________

Bela campanha produzida por burros com o objetivo de atrair turistas burros.
Só não precisava usar o indefeso animal !!!
Intolerável este tipo de gente que não usa a massa cinzenta nem o coração.

Indignação é pouco!





5 comentários:

  1. olha, não é por falar mal, mas a Rússia sempre foi avacalhada.

    lembra de Chernobil?
    e nós aqui do Brasil,
    puta que pariu!,
    bebemos leite radioativo
    naquele ano festivo,
    fazendo um dueto boçal,
    tão boçal quanto em pára-queda
    querer fazer moeda
    torturando um animal.

    ResponderExcluir
  2. "Ninguém teve cabeça para chamar a polícia". Esse mundo tá perdido!
    Será que não tem pedra, pau ou fogo?

    Rita, ao chamar essas pessoas de "burros", você está ofendendo o animal, que é muito melhor do que elas.

    ResponderExcluir
  3. A minha indignação foi também muito grande, não há mais limite para "faturar", os sentimentos estão encobertos.É muito triste assistir uma coisa dessas. Parabéns pelo post.
    Bj

    ResponderExcluir
  4. É cara, hoje de manhã ainda vi uma boa, um cachorro de uns trinta quilos "enclausurado" em uma varanda de apartamento.
    Isso sem falar nos milhões de animais que sofrem maus tratos por aí. Minha esperança é que depois da morte tudo se resolva.
    Abraço, apareça.

    ResponderExcluir
  5. Mateus, baita mancada!

    Nenhum burro merece ser comparado com este tipo de gente!!!

    ResponderExcluir

Como assim?