quinta-feira, 24 de setembro de 2009

Use e abuse do Eco4planet!

Continuando na vibe preservação e consumo consciente, descobri o buscador eco4planet.







Muitas vezes critico manifestações ativistas por pensar na grande proporção que deveriam realmente assumir.
Ainda mais, critico por acreditar que as grandes corporações, empresas e os governos é que deveriam ser o alvo das manifestações/sanções.
Vide dados sobre poluição e tudo que escutamos, lemos e respiramos por aí.
Assumindo  uma postura efetiva, a consciência ambiental se refletiria no cotidiano, a tendência (moda? imposição?) influenciaria o mundo.
Por conseguinte, as pessoas mudariam os valores relacionados a nossa extinção.


Não critico o ativismo em si.


Mas, que diabos posso fazer?


Tomando outro rumo até nova crítica, indico este site de busca pensando nos microssistemas. Na economia que se traduz no bolso.


Vale a pena experimentar!
Pequenos hábitos reavaliados que geram vida.




“O eco4planet utiliza o sistema Google™ Pesquisas Personalizadas, mantendo assim a mundialmente reconhecida capacidade das buscas Google™, com um visual também simples e rápido, porém inovador na utilização predominante da cor preta para gerar economia de energia. Sua criação prova que pequenas ações diárias podem gerar economia de energia, resultando em menores gastos e ainda vários outros benefícios.”


 Ou seja, suas pesquisas não terão uma qualidade inferior ao que já é normalmente feito e ainda ajuda o meio-ambiente e economiza energia.
Bom para o seu bolso, essencial para a natureza.
A cada 50 mil pesquisas uma muda de árvore é plantada.


Dados fornecidos pelo site:


“O eco4planet economiza energia pois sua tela é predominantemente preta, e um monitor utiliza até 20% menos energia para exibi-la se comparado à tela branca.
Considerando as mais de 2,55 bilhões de buscas diárias realizadas no Google™ com tempo médio suposto em 10 segundos por pesquisa e a proporção de monitores por tecnologia utilizada, teríamos com um buscador de fundo preto a economia anual de mais de 7 milhões de Kilowatts-hora!


Esse valor equivale à:


·         Mais de 63 milhões de televisores em cores desligados por 1 hora;
·         Mais de 77 milhões de geladeiras desligadas por 1 hora;
·         Mais de 175 milhões de lâmpadas desligadas por 1 hora;
·         Mais de 58 milhões de computadores desligados por 1 hora. “


Confira aqui mais detalhes do porque usar o eco4planet:


Pagina inicial da eco4planet;




E que a força na peruca esteja conosco!

11 comentários:

  1. Mutcho legal!
    Já estou usando aqui.
    Bjs, Anne.

    ResponderExcluir
  2. é, iniciativas como essa são bem insignificantes se tu parar pra pensar. Basta comparar com o quanto consumimos de energia pra fazer coisas tão inuteis pra esse mundo como moda, armas...

    Ao mesmo tempo, não custa nada utilizar esse site no lugar do Google. Afinal, por algum lugar tem-se que começar...
    Enquanto o povo não começar a realmente tomar consciência da importância de uma questão como essa, a iniciativa não virá dos governos e de quem enche o cu de dinheiro desperdiçando energia pra fabricar e vender seus produtos.

    Bom, não é so o Google que nos faz consumir energia... tu ja pensou em mudar o template do teu blog para que tenha um fundo preto então?
    Se é pra fazê-lo, façamos direito!

    ResponderExcluir
  3. Cara, que legal. Nunca tinha pensado nisso antes. Acho que é por isso que o Auto CAD tem a tela de fundo preta.

    ::)

    ResponderExcluir
  4. Pois é, Daniel...é de se pensar!
    Mas, por-favor, saia do anonimato que quero ver como se faz bem feito.

    Rs!

    ResponderExcluir
  5. isso é bom, e a iniciativa de divulgar no blog merece louvor.

    beijunda
    marcos

    ResponderExcluir
  6. Ui!

    Hahaha

    Daniel é o Neni ^^
    Acho que não sou tão anônimo assim... =P
    Acontece que desde que criei uma conta no Google ele insiste em integrar isso com o Blogspot, e ai fica como se eu tivesse um perfil anônimo, sendo que não tenho porra nenhuma.

    Bom, a idéia esta dada, e deixo pro Dani te mostrar como se faz bem feito =P

    Um beijo

    ResponderExcluir
  7. Nêni, ainda bem que está voltando...
    deixe estar!
    ^^

    Mas, como disse no próprio texto em outras palavras não é esta atitude que vai mudar o mundo,mas, pelo menos mexe no bolso.
    Qto ao meu blog, o Dani deveria estar trabalhando no novo template, mas concorda que um site de busca é "aberto" muito mais do que meu blog, não?

    Rs!

    Bjo e até dezembro.

    ResponderExcluir
  8. Logico, mas isso é uma questão temporaria, quando fores famosa, o endereço do teu blog vai circular mais que consolo em filme pornô! =P

    Se fores considerar so o aspecto econômico, basta levar em consideração que um monitor de pc não consome muito...20% disso a menos em momentos bem especificos, não sei nem se a diferença se mede em centavos no final do mês...

    Mais vale começar trocando todas as lâmpadas pelas de baixa consumo.
    Mas quer uma medida extrema, pelo bem do teu bolso e também do planeta? Banho frio!
    Tenho certeza que o consumo de agua também vai ser menor nesse caso =P

    ResponderExcluir
  9. Tuas idéias não anulam em nada o que falei, aliás, acrescentam e muito!

    Agora, qto ao banho frio..
    Toma banho frio na França?
    Melhor: tu toma banho aee?

    hehehehhe

    ResponderExcluir
  10. olá, valeu pela visita ao meu blog, o conteudo do teu está muito bacana, alegre!!!!! eu tenho escrito textos um tanto, sei lá...pensantes!!! rsss

    boa semana

    ResponderExcluir
  11. Interessante... mas de onde vem a verba para isso? Como eles ganham dinheiro? Com as pesquisas? E no que é gasto o resto do dinheiro?

    Acho que devemos tomar cuidado com "lobos em pele de cordeiros", como já dizia minha avó.

    Devemos sim pesquisar a seriedade disso, já que não é uma iniciativa do Google...

    Gostei da idéia, mas estou com o pé atrás... Vou pesquisar, e dependendo do que eu encontrar, passo a ajudar a deixar o mundo mais verde.

    QUEM QUER PLANTAR PLANTA E NÃO COBRA ACESSOS POR ISSO.

    Um abraço!
    Thiago.

    ResponderExcluir

Como assim?