terça-feira, 22 de setembro de 2009

A era da estupidez

Um documentário futurista, A Era da Estupidez, realizado pela britânica Franny Armstrong, cunha de "estupidez humana" a maneira como os homens lidaram com as mudanças climáticas até o advento do ano de 2055.

A primeira imagem impactante é a de uma casa de Nova Orleãs, destruída pelo furacão Katrina. Seguem-se cenas de catástrofes naturais, causadas pela mudança climática, culminando com um homem, isolado em um Ártico sem gelo, perguntando "Por que não salvamos a nós mesmos quando tivemos a chance?"

O documentário pretende mobilizar a opinião pública para a crise do clima e para o novo acordo global contras os gases de efeito estufa, a ser negociado em Copenhague, em dezembro. Estrelado por Pete Postlewhaite, o filme explora as conseqüências do chamado cenário "mesmo de sempre", no qual as emissões de dióxido de carbono por atividades humanas sobre progressivamente.

A Era da Estupidez, todo financiado por doações pessoais e que levou quatro anos para ser concluído, estréia hoje em um cinema do Central Park, em Nova York, com a presença de Kofi Annan, ex-secretário geral da ONU. (Agência Envolverde).


Em breve, o dia frustado do sem carro se transformará no dia do sem planeta.
Procure logo o seu!



- Quer a notícia boa ou a ruim?
- A boa, padrinho!
- A situação tá difícial, lá em casa estamos comendo merda.
- E a ruim?
- Do jeito que tá, em pouco tempo nem merda vamos ter pra comer.

  O padrinho é um ativista ambiental nas horas vagas.

4 comentários:

  1. o irônico dessa boa iniciativa é sua estréia em NY

    ah, sim, arrimo de família não pode deixar faltar merda em casa: "finisque ab origenes pendent", diria o velho latino, ou a Pitanga latindo...


    obs: Pitanga é a cachorra da Janaína, digo, a Janaína tem uma cachorra chamada Pitanga, mas não é uma "cachorra" é uma cadela, tipo canina mesmo... ah, você entendeu!


    =D
    marcos

    ResponderExcluir
  2. ...se seguir a mesma linha de "Zeitgeist" tá valendo, o problema é se ficar meio Roger Moore...

    ResponderExcluir
  3. Para Platão, uma caverna representava a ignorância humana. É a famosa "Alegoria da Caverna". Hoje, esta alegoria é representada por um planeta inteiro. As coisas mudam, hein?
    Um beijo!

    ResponderExcluir

Como assim?