sábado, 30 de janeiro de 2010

 Exercício proposto no blog da Martha Medeiros
Post do dia 28 de janeiro de 2010.
Resolvi encarar, me sentir próxima desta maravilhosa escritora e mergulhar na minha essência.
Querida Martha, esta é a lista que sou:

Eu sou inverno, disparado. E ligeiramente outono e primavera. Estações transitórias, leonina e aquariana.

Sou Benicio e Guillermo Del Toro. Sou Dio. Sou Pantera. Sou Loreena McKennitt. Sou Wilson Simonal. Sou Vitor Ramil. Sou Saramago, Clarice, Tolkien, Érico Veríssimo, Nietzsche e Kafka.

Sou massas, queijos, melancia, beterraba, chocolate e uvas, os seis alimentos que eu levaria para uma ilha no Caribe, mas não sou ilha paradisíaca: sou campo. Sou mato.

Sou salada azedinha. Sou coca-cola. Sou pimenta, mostarda e canela. Sou carne de soja e azeitona. Sou morango com iogurte. Sou xis de buteco. Vou nos churrascos, mas sou o pão com alho e maionese.

Sou livros. Álbuns em MP3. Dicionários e Vade Mecum. Revistas. Sou cachorros, gatos, cabritos, ovelhas, galinhas, beija-flor, graxaim, quero-quero, coruja e cavalos. Sou blog. Sou detetive virtual de bizarrices. Sou sites jurídicos. Rock. Metal. Música Celta. Cantorias e danças. Cinema. Cinema. Cinema. Shows. Fotografia.

Sou violeta. Sou margarida, girassol e crista de galo. Sou lua. Sou gremista. Futebol no findi. Sou cabelo ondulado. Sou jeans. All Star. Botas. Sou promoção. Sou trem. Sou à pé.

Sou encontros de amigos. Sou do meu amor, da mana, dos manos, do pai e da mãe. Sou determinada, companheira e chorona.

Sou textura. Sou abajur e poltronas. Sou banho a dois. Sabonete de alecrim e sálvia. Sou sono e sonhos. Sou movimento e repouso dos Deuses. Sou ritual. Sou Vênus. Porto Alegre. Arroio do Sal.

Sou cama e mesa, chimarrão na varanda. Sou temporal, dia cinzento e céu estrelado. Mais salgada que doce. Mais mel que açúcar. Mais azedo do que sem sal, mais música que silêncio, mais silêncio e duas bocas, mais pizza que banquete, mais cerveja que champanhe. Sou esmalte vermelho. Sou lápis preto nos olhos. Sou mais das divas do que das bonitas. Sou Javier Barden, Gerard Butler e Johnny Depp.

Sou devaneio. Furacão. Sou eu mesma.


5 comentários:

  1. Parabéns pelo blog! Adorei!!!!Conheci vc através do blog da minha filha...fiquei um bom tempo lendo seus posts, que me envolveram p/ caramba!
    Com carinho,

    ResponderExcluir
  2. Marguerita!
    Vim aqui agradecer todas as suas visitas e carinhosos comentários no meu blog.
    Já estou aqui lendo seus posts há horas! Que delicia!
    Este seu exercicio da Marta Medeiros foi demais!Benicio Del Toro, Javier Barden, Jony Depp! Adorei!
    Um beijo grande! Estarei aqui sempre! Adorei!
    Pati

    ResponderExcluir
  3. Oi Rita, gostei desta sua definição.

    *Não cheguei a ler esse exercício da Martha Medeiros. Se bem que só leio o material dela na ZH de domingo.
    Tenha uma boa semana, mesmo com esse chato 1x0 do Grenal.

    flw
    sandoval

    ResponderExcluir
  4. Ahhh Rita!
    Bom demais é passar aqui e ler teu blog, que coisas ótimas que tu posta, muito lindo isso.Me torno cada dia mais teu fã!Abração.

    ResponderExcluir

Como assim?