sexta-feira, 15 de outubro de 2010

nada

O blog está quase morrendo.
E um quase é a morte, na análise de uma cabeça dura.
Rola uma certa preguiça de deletar, de organizar os textos numa pastinha tosca. Vide flog, eu sei.
Um nada.
Na verdade, estou esperando a orientadora da iniciação científica e, por enquanto, continuo vegetando.
Percebi o quão "monte" estou, considerando as últimas reflexões:
- Fico nervosa com orientações, me parece algo tão espiritual.
- Não gosto da iluminação das instituições de ensino/trabalho. Que agonia essa claridade.
- Estou cansada. Na capa da gaita, Mano Lima. Meus olhos desejam pular para fora das órbitas.

Um grande sei lá, sem começo, meio ou fim.  Nenhuma novidade para as 2.3 pessoas que acompanham essa merda.

3 comentários:

  1. Como assim???
    Não para nao...
    até o chão!
    =P

    ResponderExcluir
  2. Hey! Nada disso! Não pode desistir desse mundinho web-umbigal assim. Diminui o ritmo mas não para. Sempre em frente Dona Rita. Sempre em frente!

    E se tu parar vai perder a graça, esse é um dos poucos blogs que visito ainda.

    força en lo perucón
    sandovas

    ResponderExcluir

Como assim?