quarta-feira, 10 de março de 2010

Bizarrices do mundão véio de guerra...

Pode me chamar de bizarra e provavelmente vou receber isso como elogio.
Adoro coisas absurdas e todo tipo de cultura/sabedoria inútil.

Ontem li uma notícia deveras interessante e ri muito também imaginando a situação.
Não deveria rir, mas isso é outro assunto.
Não há o que não haja!
Arrancaria um dedinho do pé pra ter acesso ao processo criminal deste caso.
Absorvi cada detalhe, cada palavra, entrelinhas...
Imprimi a notícia, mostrei para os colegas de trabalho e entreguei para meu namorado.

Leia aqui:



Aliás, lembrei de entregar o papel com a notícia quando estávamos nos despedindo.
Hoje cedo.
Caminho do trabalho.
Café na barriga.
Remela teimando em sair dos olhos.
Vi ele dobrar o papel, já na outra rua. 
Pensei até que nem chegaria a ler, o papel se perderia no limbo da mesa do trampo,
usaria no banheiro ou deixaria no bolso da calça até esfarelar.
Estes percalços da vida.

A língua é o chicote do c*, Marguerita!

O meu cabeludo não só leu a notícia como...

No fim da tarde recebo um email  que transcrevo a seguir:

"Pequena, não sei pq me deu aquele papelzinho!
Bem, vamos as possibilidades:

a) será que é pq eu não quero ter filhos e mandou um recado?
b) pra tu me dizer que quer transar?
c) nada disso, só pq a notícia é bizarra!
d) nada disso mesmo, só pra mostrar o quanto tu pode ser louca!

vou ficar pensando aqui..."


Pronto.
Mais risadas!
Ele sabe onde amarrou o burro...

Beijoelambidas.

8 comentários:

  1. Companheira
    Você fez muito bem em entregar o papel somente quando se despedia. Com remela nos olhos pode se ler uma frase de maneira errada. Se tivesse sido na mesa do café, no meio da leitura uma queimada de língua com café pelando de quente... sei não...aquela faca de pão...
    Bricadeirinha!!!
    Putz mas o cara com relacionamento de 25 anos e a mulher virgem...
    Só faltou a TSO funkeira: uh, tá dominado/uh, tá dominado...
    Abraços

    ResponderExcluir
  2. Rita, Rita,Rita, não judia tanto assim do Dani.
    *Gostei das observações dele.

    sandoval

    ResponderExcluir
  3. chamar a mulher de pequena é altamente retrô, e pra mim, que amo a Belle Époque, soa trés chic.

    ResponderExcluir
  4. O cara podia ter aproveitado enquanto o corpo tava quente. Muahahaha(risada do mau).

    ResponderExcluir
  5. ela se recusava a ter relações sexuais "normais"...

    ah, pelo que eu entendi, essa virgem, se fosse homem, seria veado?


    =D
    Marcos

    ResponderExcluir
  6. A Lú sempre diz que não consegue imaginar a Rita e o Dani separados.E eu assino embaixo.

    ResponderExcluir

Como assim?